top map
Espectáculos
Um Jipe em Segunda Mão 1987
De Fernando Dacosta

Ficha artística

  • Texto: Fernando Dacosta
  • Encenação: Adolfo Gutkin
  • Cenografia: José Manuel Castanheira
  • Figurinos: Henrique Nunes
  • Direcção Musical: Rui Luis Pereira
  • Figurinos: Henrique Nunes
  • Adereços: José Gil
  • Desenho de Luz: Adolfo Gutkin, José Manuel Castanheira
  • Fotografia: Luís Carvalho
  • Cartaz: Guida Dias Coelho
  • Intérpretes: José Lopes, João Lagarto, Ávila Costa, Carlos Paula Vasconcelos, Silvina Pereira

Nomeação Prémios Garrett-Melhor Produção e Melhor Cenografia
Estreado a 12 de Março de 1987 na Sala do IFICT em Lisboa

Sinopse

Quatro amigos combinam encontrar-se no campo para fazer um piquenique. São veteranos de Angola e um deles teve uma perna amputada e substituída por uma prótese. Encontram-se e matam saudades, abraçam-se, confraternizam e bebem o copo da paz, o copo da guerra, o copo da vida e os copos de tudo. Lembram-se do tempo em que viveram, mas viveram mesmo, com a morte ao lado. Viveram os melhores momentos da vida. Não sobreviveram quotidianamente como fazem os burros mas viveram mesmo, quando uma vida é uma conquista individual sobre a morte, quando se pode ter o sentimento de que só se vive quando se merece viver. Os quatro amigos celebram esses tempos saudosos e avivados pelo álcool. E como os tempos saudosos são os que exigem ser revividos logo aparece uma arma que eles disparam contra o exterior, isto é , uma família, que por acaso, vive na vizinhança ao ar livre. É a morte que dá o preço à vida.

É uma fábula mais verdadeira do que uma descrição realista.

Cartaz

Imprensa

As palavras dos outros

"Um Jipe em Segunda Mão", de Fernando Dacosta pelo Grupo de Teatro Maizum: um espectáculo indispensável e desmistificador"

Tito Lívio, A Capital